Publicado em Formação

Habemus Papam!

Conhecendo a biografia do novo Papa

MateriaPapaCardeal Jorge Mario Bergoglio, SJ, arcebispo de Buenos Aires, Argentina, nasceu em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires. Ele foi ordenado pelos jesuítas, em 13 de dezembro de 1969, durante os estudos teológicos na Faculdade de Teologia de San Miguel.

Ele era noviço-mestre em São Miguel, onde também ensinou teologia. Foi Provincial da Argentina (1973-1979) e reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel (1980-1986). Depois de completar sua tese de doutorado na Alemanha, serviu como confessor e diretor espiritual em Córdoba.

Em 20 de maio de 1992, Bergoglio foi nomeado bispo titular de Auca e Auxiliar de Buenos Aires; recebeu a consagração episcopal em 27 de junho do mesmo ano.

Em 3 de junho de 1997, foi nomeado Arcebispo Coadjutor de Buenos Aires e sucedeu o Cardeal Antonio Quarracino, em 28 de fevereiro de 1998. Foi Relator-Geral Adjunto da Assembleia Ordinária da 10º Sínodo Geral dos Bispos, em outubro de 2001.

Bergoglio atuou como presidente da Conferência Episcopal da Argentina a partir de 8 de novembro de 2005 até 8 de novembro de 2011.

Criado e proclamado cardeal pelo beato João Paulo II, no Consistório de 21 de fevereiro de 2001, com o título de S. Roberto Bellarmino (Santo Roberto Belarmino).

Membro de:

– Congregações para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, para o Clero, para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica;

– Conselho Pontifício para a Família;

– Pontifícia Comissão para a América Latina;

Falando um pouco mais sobre o novo papa.

Ele adotou o nome de Francisco I. Um papa jesuíta, que em demosntração de perfeita humildade, preferiu um breve discurso e com 3 grandes orações: Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

O nome de Francisco, é referencia clara a São Francisco Xavier, com influencia de São Francisco de Assis. Nesse ponto, nosso papa acertou, Francisco (os santos) recebeu de Deus uma missão simples, porém complicada – RECONSTRUA A MINHA IGREJA.

O papa Francisco I vem em um momento de transição da igreja, por isso, comparado ao papa João XXIII. Nosso novo papa tem fama de ser simples, humilde, de andar de ônibus mesmo sendo cardeal, de conversa com todos, de agir com sabedoria.

Por isso, nossa Igreja ganha, aproveitando a intelectualidade de Bento XVI, agora voltamos a ser simples.

Habemus Papam!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s